Programa SC Rural investe mais de R$ 500 milhões na agricultura familiar catarinense

Entre 2010 a 2017 o Governo do Estado investiu R$ 567 milhões para alavancar e modernizar a agricultura familiar catarinense, gerando um retorno financeiro de R$ 850 milhões, segundo estimativas. Os números refletem o impacto de ações do SC Rural em empreendimentos da agricultura familiar, em melhorias de sistemas produtivos nas propriedades rurais, em investimentos em pesquisas e até em atividades não agrícolas como o turismo rural, além de melhorias em estradas vicinais, regularização fundiária e suporte à geração de renda para famílias indígenas, entre outros.

Estes números serão apresentados na próxima terça-feira, 28 de novembro, a partir das 13:45 horas, no auditório da Epagri, em Florianópolis, quando o Governador Raimundo Colombo e o Coordenador Setorial de Desenvolvimento Sustentável do Banco Mundial, Paul Procee, lançam o “Relatório de Impactos do Programa SC Rural”, publicação que sintetiza as principais resultados e impactos do programa, que conta com recursos do Banco Mundial.

As conquistas obtidas levaram o Banco a classificar o programa como “altamente satisfatório”, e inspirar ações em outros estados e países. O grande diferencial do SC Rural reside na forma de gestão: Sob a coordenação da Secretaria da Agricultura e da Pesca, o programa reúne oito instituições (Epagri, Cidasc, Fatma, Polícia Militar Ambiental, Secretaria de Turismo, Cultura e Esportes, Secretaria de Desenvolvimento Econômico Sustentável e Secretaria de Infraestrutura) que desenvolvem ações em suas respectivas áreas de atuação, mas todas focadas na melhoria de renda das propriedades da agricultura familiar. Também contribuiu decisivamente para os ótimos resultados o espírito empreendedor da família rural catarinense.

Serviço

O que: Lançamento do “Relatório de Impactos do Programa SC Rural

Quando: 28 de novembro, terça-feira, às 13h45min

Onde: Auditório da Sede Administrativa da Epagri, em Florianópolis – Rodovia Admar Gonzaga, 1347, Itacorubi

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.