Domingo tem Emater/RS-Ascar na Redenção

Com o objetivo de mostrar para o público urbano o trabalho de Assistência Técnica e Extensão Rural e Social (Aters) realizado pela Emater/RS-Ascar junto aos agricultores e pecuaristas familiares e aos públicos tradicionais, como pescadores artesanais, indígenas e quilombolas, acontece neste domingo (26/11), em Porto Alegre, o Emater na Redenção.
A atividade inicia às 10h, junto ao Monumento do Expedicionário, no Parque do Expedicionário ou Redenção. Haverá distribuição de mudas de plantas aromáticas e condimentares, como alecrim, cebolinha, hortelã, orégano e salsinha, com orientação sobre cultivo em pequenos espaços e incentivando o uso dessas ervas na alimentação. Também será demonstrado como se faz o sal temperado com plantas aromáticas e condimentares, com o intuito de reduzir o uso do sal na comida, e apresentado o processo de compostagem com minhocas na transformação do lixo doméstico em adubo orgânico, excelente para vasos, hortas e jardins.
Esta será a terceira edição do Emater na Redenção e para os meses de janeiro e fevereiro está realizado o projeto Emater no Litoral, mostrando o trabalho dos extensionistas também para os veranistas. Já a partir de março, essa atividade será estendida para os escritórios regionais, abrangendo as 12 regiões administrativas da Instituição.
“Importante destacar que em cada contato com o público visitante sentimos a reciprocidade e o interesse de conhecer e saber mais sobre o trabalho da Emater junto às famílias do campo e, quando possível, estabelecer relações de aprendizado, troca de ideias e apoio técnico também para o público urbano, que, a partir desses contatos, é incentivado a refletir sobre seus hábitos alimentares e a buscarem uma vida mais saudável”, avalia o presidente da Emater/RS, Clair Kuhn, ao convidar para a atividade de domingo. “Conheçam o que a Emater faz no campo para bem alimentar a cidade”, diz.

Assessoria de Imprensa da Emater/RS-Ascar
Jornalista Adriane Bertoglio Rodrigues

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.